Atendimento da Secretaria: Segunda a Sexta - 08h às 11h30 / 13h30 às 17h e Sábado 08h ás 12h - Telefone: 3241-2150

Mercedes deve transferir 200 funcionários em janeiro

 

A transferência de 200 trabalhadores da fábrica da Mercedes-Benz de Juiz de Fora para São Bernardo do Campo, em São Paulo, deve ter início em janeiro de 2020. O grupo trabalha na produção do caminhão Actros, que também será levado para a planta paulista em agosto do ano que vem. O número, no entanto, não contempla o total de 350 funcionários que atuam nesta área. Por isso, outras alternativas estão sendo cogitadas, como a abertura de um novo turno para a montagem e pintura de cabinas na unidade juiz-forana e um programa de demissão voluntária (PDV). As informações foram repassadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos à Tribuna, nesta quarta-feira (6).

Na terça (5), representantes do sindicato e da montadora se reuniram para discutir o assunto. A empresa já havia mencionado o interesse em transferir parte dos trabalhadores para a unidade paulista, o que causou um clima de insegurança dentro da fábrica local, conforme mostrado pela reportagem publicada no mesmo dia. “Nós entendemos a apreensão dos funcionários, pois a proposta é que as pessoas saiam da cidade delas para irem para um lugar novo, começarem do zero uma vida e uma carreira profissional. Nós não gostaríamos de estar discutindo esta situação, mas é a realidade que nos foi apresentada e estamos fazendo o possível para salvar os empregos”, informou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, João César da Silva.

A adesão à transferência será espontânea. “O sindicato está acompanhando tudo de perto para evitar qualquer tipo de pressão. Acordamos que o funcionário que tiver o interesse irá se manifestar e, posteriormente, visitar a fábrica de São Bernardo para confirmar o interesse”, explica João. “Aqueles que quiserem ser transferidos receberão um pacote de incentivos.” Segundo ele, entre os benefícios propostos estariam hospedagem de até 15 dias para busca por imóvel; auxílio para aluguel no valor de R$ 500 durante quatro meses; auxílio para mudança no valor de R$ 3 mil; pagamento de bônus salarial no ato da transferência e após um ano de atuação na fábrica; além de reajuste imediato de 10% do salário e mais adicional de 25% durante dois anos.

 

 

Sobre

Relacionamento

Siga-nos

Credibilidade

Entre em contato

Endereço

Colabore com a gente

Copyright © All rights reserved.