Atendimento da Secretaria: Segunda a Sexta - 08h às 11h30 / 13h30 às 17h e Sábado 08h ás 12h - Telefone: 3241-2150

Manifestantes protestam contra revisão tarifária do transporte coletivo em JF

 

Diante da iminente revisão tarifária do transporte público, estudantes e trabalhadores foram ao Parque Halfeld, nesta quarta (13), em ato contra a correção de R$ 0,40 da passagem. Os populares concentraram-se em frente à Câmara Municipal, a partir de 17h, onde membros da organização iniciaram as intervenções discursivas. O ato transcorreu, sem passeata, até às 18h45. Desde a apresentação do resultado da revisão tarifária pela Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) ao Conselho Municipal de Transporte, manifestações de insatisfação emergem nas redes sociais. A mobilização foi articulada por coletivos do movimento estudantil juiz-forano e forças sindicais.

“É inadmissível um aumento de R$ 0,40, se considerarmos os R$ 3,75 que a Settra anunciou na segunda (11). Agora, se considerarmos os R$ 3,94, que as empresas reivindicam, é ainda mais absurdo. O índice de 11,9% é muito além da inflação ou do salário de qualquer trabalhador que tenha aumentado este ano. A CPI dos Ônibus na Câmara até hoje não teve desdobramentos. Então, é inadmissível o aumento da passagem, ainda mais neste nível”, ressalta Laiz Perrut, uma das organizadoras do ato.

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) – Regional da Zona da Mata, Reginaldo de Freitas Souza, defende a manutenção do preço de R$ 3,35, uma vez que, além de afetar diretamente os trabalhadores, recairá sobre aqueles sem ocupação. “Vemos claramente que alguém está pagando a fatura. Não tem que ser a classe trabalhadora a arcar, nem a população.”

 

 

Sobre

Relacionamento

Siga-nos

Credibilidade

Entre em contato

Endereço

Colabore com a gente

Copyright © All rights reserved.